fbpx

   Desenvolvendo Organizações e Pessoas

Conheça melhor o Manual de Apoio MSA – 4° Edição (Análise de Sistemas de Medição)

FORMAS DE PAGAMENTO: Cartão de Crédito à vista ou em até 6 vezes sem Juros; ou à vista com Boleto Bancário ou Depósito em Conta

O que é MSA?

A Análise dos Sistemas de Medição ou Measurement Systems Analysis ou simplesmente MSA é extremamente conhecido e, ao mesmo tempo, temido pela maioria dos profissionais que atuam no setor automotivo, mas devemos quebrar este paradigma e evidenciar que não se trata de nada extremamente complicado.

A percepção de muitas pessoas é que o MSA não tem muita utilidade na prática.  Certamente esta afirmação esta incorreta e mostraremos por que. Assim como as demais ferramentas automotivas baseadas na norma ISO TS 16949 (PPAP, FMEA, APQP e CEP), esta também é regida por um manual fundamentado na AIAG e distribuído no Brasil pelo Instituto de Qualidade Automotiva (IQA). Veja a capa do manual:

Para que serve o MSA?

Este manual é um guia de seleção de procedimentos para se avaliar a qualidade e confiabilidade de um sistema de medição, possibilitando sua melhoria contínua através da análise de informações de repetitividade, reprodutividade, tendência, linearidade, etc. O manual também define as diretrizes básicas de análise de dados de medições, permitindo que o usuário possa evoluir e adaptar, diferentes métodos de análise para processos e produtos específicos.

A variação ou variabilidade está presente em nossas vidas e, certamente, aqui não é diferente. Desta forma, o MSA propicia o conhecimento das fontes de variação que podem influenciar os resultados gerados pelo sistema de medição.

Importância e diferencial com sua aplicação?

A principal finalidade do estudo de M.S.A. é agregar valor ao produto, além disso, serve para verificar as influências no processo. Há também o item 7.6.1 da norma ISO/TS 16949 que fala que as empresas devem realizar estudos estatísticos para analisar a variação presente nos resultados de cada tipo de medição e teste. Esse requisito deve ser aplicado a sistemas de medição referidos no plano de controle.

Quando monitoramos um processo ou controlamos sua saída, nossa única referência de desempenho é aquilo que enxergamos, ou seja, o conjunto de medidas tomadas. Sabemos, entretanto que o resultado que enxergamos são afetados por dois aspectos: o saber a variação real do processo, e o saber da variação do sistema de medição.

Portanto, a variação observada é uma composição, e quanto mais alta a variação do sistema de medição, tanto maior a variação observada. Muitas vezes grandes investimentos são feitos a fim de reduzir a variação do processo (aquisição de novas máquinas, programas de treinamento etc.), quando uma redução significativa da variação observada poderia ser obtida com a análise do sistema de medição, e conseqüente redução de sua variação.

Além disso, sistemas de medição com desempenho inadequado aumentam a probabilidade de erros de julgamento. Se julgarmos um resultado aceitável como inadequado, criamos perda financeira para a organização. Já se julgamos adequado um produto inaceitável, podemos deixar que esse “defeito” chegue às mãos do cliente, ocasionando sua insatisfação.

O que é necessário para implementar o MSA – Sistemas de Medição?

A implantação do MSA exige que a empresa compreenda como, quando e onde seus processos são controlados, a fim de não gerar uma carga de trabalho excessiva com estudos estatísticos onde esses possam não ser necessários.

Além disso, a aplicação do MSA deve fazer parte de uma mentalidade de planejamento, em que ações corretivas devem ser tomadas caso o sistema de medição em estudo mostre-se inadequado. É importante também possuir um profissional qualificado que domine o estudo do MSA.

By: Time MLG Educação Online

 

AUTHOR: ACT EAD
Sem Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.